Palestina

Com uma situação política e geográfica indefinidas, a Palestina é um Estado ainda não reconhecido por todos os países do mundo. A posse de alguns territórios por parte de Israel, nomeadamente a Faixa de Gaza e a Cisjordânia, tem mantido uma acesa disputa entre os dois Estados, tanto no campo militar como no diplomático, com repercussões a nível internacional. Outra das reivindicações dos palestinianos, negada por Israel, é a soberania de Jerusalém Oriental, eleita como capital da Palestina. É neste ambiente de tensão, algumas vezes serenado pela intervenção da comunidade internacional, que os palestinianos têm procurado afirmar a sua identidade.

Culturalmente, esta região possui um património riquíssimo ligado à história das religiões ocidentais. Os palestinianos reivindicam parte das terras que Israel diz serem suas, nomeadamente a Cidade Antiga, onde se encontram alguns dos monumentos religiosos mais importantes do mundo - a Basílica do Santo Sepulcro o Monte do Templo, o Muro das Lamentações ou a imponente Mesquita de Al-Aqsa. A Palestina preserva locais que valem uma visita e que têm uma importância inqualificável, sobretudo no que respeita à componente religiosa. Na Cisjordânia e Património Mundial da UNESCO, a Igreja da Natividade, local onde se pensa ter nascido Jesus, é o mais visitado e aquele que junta crentes de diferentes religiões. A cidade bíblica de Jericó, com os seus inúmeros templos e igrejas, é também um local a conhecer, assim como Hebron, a cidade onde se encontram os túmulos de figuras bíblicas centrais, Abraão, Isaac e Jacó ou ainda a cidade de Nazaré. Os vestígios históricos do Monte Gerizim ou da cidade antiga de Nablus, ambos na Cisjordânia, também são imperdíveis, pela componente religiosa que guardam. Cavernas, mosteiros e outros achados arqueológicos também podem visitados em Qumran ou em El-Bariyah, um local perto do Mar Morto e que, além da importância arqueológica, tem uma vida selvagem digna de reconhecimento. A diversidade de espécies animais e vegetais pode ainda ser admirada na costa da cidade de Gaza ou na floresta de Umm ar-Rihan.

Embora possua um legado de grande valor histórico e religioso, devido ao ambiente de conflito que a Palestina vive, é aconselhável que a visita ao território se faça com alguma prudência, sobretudo na Faixa de Gaza, que atualmente se encontra fechada. Refletir sobre a realidade deste país e sobre o que a região representa para o mundo, faz-nos sentir perante algo paradoxal.

QRCode: Palestina



Área: 11.573 km²

População: 4.136.540

Capital: Ramallah (32.278), Gaza (409.680), Jerusalém Oriental (249.000)

Per capita (US$): 2.900

Língua: Árabe, Inglês, Hebraico

Religião: Islamismo