Antártica

Um continente de superlativos, a Antártica é um dos ambientes do mundo menos tocado pela atividade humana, imenso, majestoso, implacável, o mais frio, ventoso, seco, um vasto deserto polar. Aqui, o austero das paisagens brancas, são emolduradas por rochas enormes e icebergs que nos olham enquanto navegamos silenciosamente por algumas das vias mais bonitas do mundo. A fauna antártica é impar em termos de escala e de número - baleias, orcas, leões-marinhos e pinguins, convivem neste habitat único. É a verdadeira natureza no seu estado bruto. Já no que toca à flora, as difíceis condições climatéricas constrangem o crescimento de quase todas as espécies de plantas. 

Com 14 milhões de km², este paraíso branco está dividido em duas partes pelos Montes Transantárticos, perto do estreito entre o Mar de Ross e o Mar de Weddell, a Antártica Oriental e a Antártica Ocidental. Embora, inicialmente, partes do continente tenham sido reivindicadas por alguns estados, hoje a Antártica está aberta apenas à investigação científica, conforme ratificado no Tratado da Antártica. Entre cientistas e pessoal de apoio, aqui vivem cerca de 1000 habitantes no Inverno e 4000 durante o Verão. Os meteoritos que caem no continente, as correntes do Oceano Antártico, cujas águas circulam no mesmo sentido da terra sem nenhum obstáculo, o impacto das alterações climáticas no derretimento do gelo que constitui este continente e as condições de sobrevivência da fauna e flora no Pólo Sul, são alguns dos fenómenos que levam os cientistas ao continente. Aqui podemos destacar os mares que o rodeiam, assumindo cores incríveis e dando novas tonalidades às enormes massas de gelo, o Maciço Vinson, (4892 m), ponto mais alto do continente, o glaciar Byrd ou os vulcões da Ilha da Deceção ou do Monte Erebus, os únicos que continuam ativos. Considerado por muitos como pertencente à Antártica, a Geórgia do Sul é um arquipélago com pouco mais de mil habitantes. Apesar do clima muito austero, possui uma rara beleza natural, proporcionada pela visão dos grandes monumentos de gelo e pela diversidade da sua fauna, em particular, animais marinhos e aves.

Uma ida à Antártica não é uma viagem, mas antes uma expedição. É uma experiência inesquecível onde tudo é imprevisível: o clima muda sem aviso, o mar é agitado, as condições são as mais inesperadas. É aqui que ocorre um dos fenômenos ópticos mais espetaculares - a aurora austral, uma espécie de cortina estendida no céu que se movimenta suavemente, com um brilho difuso e colorido. Por tudo isto, enfrentar o pedaço mais inexplorado, mais branco e, talvez, o mais deslumbrante do planeta, poderá ser algo temerário e desafiante, mas sem qualquer dúvida, será um encantamento.

QRCode: Antártica



Área: 14.000.000 km²