Maldivas

Malé

As Maldivas (1965) são um país tropical no Oceano Índico, composto por 26 atóis em formato de anel, formados por mais de 1000 ilhas de coral. Com 203 ilhas habitadas, o país é uma mistura de etnias, onde ainda são detetáveis as marcas da passagem dos europeus pelas ilhas. Portugal, por exemplo, teve nas Maldivas um ponto de paragem importante, a caminho de Goa.

Foi à Índia e ao Sri Lanka que as Maldivas foram buscar algumas das características que hoje marcam aquele que é o país menos populoso da Ásia e também o menos povoado entre os territórios muçulmanos. As Maldivas têm ainda o recorde de serem o país com a mais baixa altitude do mundo - 2,40 m. A capital, Malé, localizada no Atol de Kaafu, está apenas a 90 cm acima de água do mar. É o único local das Maldivas com aspeto citadino, com restaurantes e alguns locais de lazer. Além da faixa costeira, Malé é um bom local para conhecer a cultura das gentes que habitam as ilhas. A bela mesquita, com uma abóbada dourada, os Jardins do Sultão, o Palácio, o Centro Islâmico, o Passeio Marítimo ou o Museu, onde se podem observar diversos artefactos budistas e islâmicos, são alguns locais a não perder na capital. De Malé é possível partir nos chamados safari-dhoni, passeios pelas ilhas mais próximas em pequenos barcos pesqueiros. Uma das ilhas que merece paragem é Embudu, um local perdido no tempo, com pequenas praias paradisíacas, um lago azul turquesa e bungalows em forma de palácio. Além dos barcos pesqueiros, o périplo pelas ilhas pode ser feito de helicóptero ou hidroavião. De todas as belas ilhas de coral, 85 são chamadas de ilhas resort, sendo ocupadas, predominantemente, pelos bungalows sobre a água, com inúmeras atividades para desfrutar. As Maldivas têm um ecossistema marítimo incrível, com mais de 2000 espécies de peixes e barreiras de coral. O Atol de Addu é o menos explorado pelo turismo mas congrega ilhas fantásticas, com uma vegetação exuberante e uma paisagem praticamente virgem, como Gan, Feydhoo, Maradhoo e Hitadhoo. Já no Atol Ari, encontra-se a ilha de Kudafolhudhoo, onde se podem admirar as construções feitas com corais e palmeiras. Gangehi, com uma bela lagoa interior, assim como a beleza natural de Madoogali. Já fora deste atol, Kudahiti é a ilha mais cara, Riviveli considerada uma das mais acolhedoras, Bandos a que dispõe de melhores hotéis e Cocoa, com as casas construídas com palmeiras. 

O mar é a vida das Maldivas e é dele que resultam as duas principais atividades económicas do país, a pesca e o turismo. Um país de gente hospitaleira que ainda vive com apertadas regras no que toca à religião, encontra-se na rota de preferências dos turistas que privilegiam as praias calmas, onde a cor da água e do céu se confundem e onde se pode relaxar e desfrutar da beleza que o mundo subaquático esconde. Marco Polo chamou às Maldivas a flor das índias.

Maldivas

  • Maldivas (MDV)
  • Capital: Malé
  • Região: Asia (Southern Asia)
  • Fuso Horário: +05:00
  • Denominação: Maldivan
  • Area: 300 km2
  • População: 344,023
  • Lingua: Divehi
  • Moeda: Maldivian rufiyaa
  • Internet: .mv
  • Telefone: +960