Nicarágua

Managua

Lagos, vulcões, montanhas e mar fazem parte do cenário deste país da América Central, a Nicarágua, independente da Espanha desde 1821. As montanhas dominam o Norte do país e acompanham a faixa ocidental, com saída para o Pacífico. Grande parte do território é feito de selva e paisagens onde se cultivam vários produtos, sendo a agricultura uma das atividades principais do país, a par do turismo, nomeadamente nas costas do Pacífico e do mar das Caraíbas

Começando pela costa do Pacífico, há uma rota a não perder, que inicia em Manágua, a capital, e termina em Granada, a cidade mais visitada do país. A capital da Nicarágua está rodeada de lagoas vulcânicas, mas é o lago Manágua que mais impacto tem na paisagem. A Praça da Revolução, a Velha e a Nova Catedral, o Parque Central e o Palácio Nacional são algumas atrações da cidade. Um pouco para Norte, encontramos León, a primeira capital do país. Aqui encontramos templos, bairros coloniais e mercados de artesanato, bem como a Catedral Metropolitana, a maior da América Central. Classificados pela Unesco, a Catedral, obra do arquiteto Diego Esquivel, e as Ruínas da Antiga León, resultantes de um terramoto no século XVII, tendo sido  descobertas apenas em 1960. Outra cidade que merece uma visita,  Masaya, onde se destaca o seu mercado e o parque nacional do vulcão Masaya, com uma cratera de rara beleza. Não muito longe encontra-se Granada, principal destino turístico. Os edifícios coloniais bem conservados, a Praça Central, as igrejas neoclássicas, a Casa dos Mundos ou o Monumento a Hernández Córdoba fazem da cidade um local imperdível. Em frente, avistam-se as Isletas, arquipélago resultante da erupção do Mochambo. A sul da cidade, mais um ponto de paragem, Rivas. Já no Lago, mais um destino de eleição, a Ilha Ometepe, chamada de Duas Montanhas, por serem dois vulcões gémeos, o Concepción e o Madeira. A Norte, a ilha, Zapatera, que conserva um Parque Natural e um povoado indígena. As ilhas são, de facto, um dos grandes atrativos do país. O arquipélago de Solentiname, no Sul do lago, é constituído por 36 ilhas, habitadas por poetas e outros artistas do país. Com uma fauna e uma flora silvestres, o arquipélago inclui a fascinante reserva natural de Os Guatuzos.

Junto ao Pacífico ficam belas praias, ideais à prática do mergulho. Atravessando o país, na horizontal, chegamos às praias das Caraíbas, recheadas de palmeiras e pintadas de azul turquesa. São João do Norte é um dos locais mais visitados e, deste ponto, é possível, navegar até às ruínas do Castelo da Imaculada Conceição. Bluefields é a cidade mais importante da região. Daqui podemos aceder às ilhas Maíz, onde se podem apreciar os coloridos corais ou um galeão afundado. Mais a Norte ainda paragem obrigatória em Laguna de Pérolas e Puerto Cabezas. Das praias para as montanhas a Norte, vale a pena destacar os cumes de Jinotega, rodeado de pinheiros e plantações de café. Matagalpa e Esteli são as cidades mais importantes neste país que tem água no nome e nela a sua maior riqueza também.

Nicarágua

  • Nicarágua (NIC)
  • Capital: Manágua
  • Região: Americas (Central America)
  • Fuso Horário: -06:00
  • Denominação: Nicaraguan
  • Area: 130,373 km2
  • Fronteira com:
    CRI, HND
  • População: 6,262,703
  • Lingua: Spanish
  • Moeda: Nicaraguan córdoba
  • Internet: .ni
  • Telefone: +505