Guam

Hagåtña

Guam é uma ilha com o estatuto de território não incorporado dos Estados Unidos da América. Localizada a oeste do Oceano Pacífico e integrada no arquipélago das Marianas, é a maior ilha do grupo, com 541 km2. A capital e principal cidade do território é Agaña, situada no centro da costa oeste da ilha. Esta ilha é considerada 

um ponto estratégico para os EUA, detendo bases aéreas e navais importantes nesta área do globo.

Descoberta em 1521 por Fernão de Magalhães, manteve-se sob o domínio espanhol até 1898. Com o Tratado de Paris celebrado em 1898, que pôs fim à Guerra Hispano-Americana, passou a ser uma colónia dos Estados Unidos. Entretanto, a ilha foi invadida pelo Japão em Dezembro de 1941, no início da guerra do Pacífico, mas recuperada pelos EUA em 1944. Predominantemente católicos, herança da colonização espanhola, os habitantes de Guam são conhecidos como os “Chamorros”. As línguas oficiais são o inglês e o chamorro, um idioma malaio-polinésio com profunda influência espanhola. A parte norte da ilha é formada por um planalto de formação de coral, enquanto o sul é montanhoso e de origem vulcânica. O ponto mais alto de Guam é o Monte Lamlam com 406 metros, situado no sul da ilha. Um recife de coral rodeia a ilha. A maioria da população reside nas zonas do centro e do norte. Ao sudoeste de Guam na zona marítima dos Estados Federados da Micronésia fica a Depressão Challenger, a mais profunda fossa oceânica do mundo com -10.911 metros, que faz parte da Fossa das Marianas. Este território insular dos EUA na Micronésia é também conhecido pelas suas praias, pelos vilarejos Chamorro e pelos antigos pilares de pedra latte. A importância de Guam na Segunda Guerra Mundial pode ser visitada no War in the Pacific National Historical Park, que inclui a praia Asan, antigo campo de batalha. A herança colonial espanhola da ilha destaca-se no forte Nuestra Señora de la Soledad, situado no topo de um penhasco em Umatac. A economia de Guam é muito dependente da presença militar dos Estados Unidos da América, bem como de todas as atividades relacionadas com as bases militares. No entanto, atualmente, o setor turístico está em grande desenvolvimento com a aposta em infra-estruturais adequadas à realidade histórica, cultural e natural da ilha. Os visitantes  podem encontrar aqui belas praias, como Ypao Beach Park, Ritidian Point, Tumon Beach e Gun Beach. O clima tropical, a vida marinha do local e os areais brancos são bastante atrativos. Para os praticantes de mergulho, este local oferece uma rara oportunidade para observar dois naufrágios de duas guerras diferentes, um ao lado do outro - um Cruzador alemão e um Cargueiro japonês, afundados durante a Primeira e a Segunda Grandes Guerras. Imperdível, também, a visita ao Talofofo Falls Resort Park onde se encontram as deslumbrantes cascatas localizadas no Sudeste da ilha, no interior da Baía de Talofofo. No Parque pode ainda visitar a caverna de Yokoi, o esconderijo de um sargento do exército imperial japonês, Shoichi Yokoi, o último soldado japonês da Segunda  Grande Guerra a render-se. Para uma estadia ou uma visita mais lúdica e de diversão, Tumon Bay  é o destino ideal. A principal atração desta zona e da própria ilha de Guam é o “Two Lovers Point”. Este miradouro situado num penhasco surpreendente, com vista para o Mar das Filipinas, carrega uma antiga lenda de dois amantes ligados por um amor proibido com um final trágico. Com uma arquitetura de inspiração cultural, o local envolve os visitantes em todo o drama e história do romance. É também em Tumon Bay que se encontram os vários resorts, restaurantes,  boutiques de marcas de luxo, locais de diversão e de entretenimento. Uma verdadeira Miami no meio do Pacífico. Em Guam as transações estão isentas de impostos, razão porque é muito procurada pelos turistas, em especial, japoneses. De realçar o fato de lado a lado a este mundo de luxo, encontrarem-se os pontos de venda de artesanato local. Vale a pena uma visita ao Chamorro Village Night Market, pois é uma oportunidade inquestionável para conhecer melhor a comunidade e a cultura locais.


O sentimento de orgulho pela sua história está literalmente presente em toda a ilha. A cultura e a arquitetura locais de Guam refletem os hábitos dos seus habitantes (Chamorro). O idioma, a culinária, a arquitetura, a música e a dança demonstram a vibrante influência da tradição espanhola.

Guam
  • Guam (GUM)
  • Região: Oceania (Micronesia)
  • Fuso Horário: +10:00
  • Denominação: Guamanian
  • Area: 549 km2
  • População: 184 200
  • Lingua: English, Chamorro, Spanish
  • Moeda: United States dollar
  • Internet: .gu
  • Telefone: +1671