Afeganistão

Kabul

A posição geográfica privilegiada podia ter jogado a favor do Afeganistão (1919). Pelo contrário, o país transformou-se num dos mais perigosos do mundo, território escolhido para a fixação e treino de grupos extremistas, nomeadamente da insurgência talibã, que veio agudizar ainda mais a situação de um país já dilacerado pela guerra, marcado pela pobreza extrema e origem de milhares e milhares de refugiados e requerentes de asilo

Cabul é a capital do país. Localizada num vale entre as montanhas de Hindu Kush, a cidade é conhecida pelos seus jardins, bazares e palácios e, apesar do clima de instabilidade, continua a crescer e a desenvolver-se de forma acelerada. Os parques Bagh-e Babur, Shahr-e Nawe o lago Qargha, as mesquitas Abdul Rahman, Id Gah e Pul-e Khishti, os mausoléus de Timur Shah Durrani, Abdur Ranhman Khan e Jamal-al-din e al-Afghani, os palácios Stor, Darul Amam e Arg (o Palácio Presidencial) e o museu nacional são os pontos de maior interesse na capital afegã. Kandahar é a segunda maior cidade do país e um importante centro comercial de ovinos, lã, algodão, seda, cereais e fruta. Herat, por sua vez, é o mais importante centro cultural e intelectual, tendo inúmeros pontos de interesse, nomeadamente a cidadela e o complexo Musalla. Destaque ainda para o museu de Herat e as mesquitas de Jumu’ah, Gazargah Sharif e Khalghe Sharif. Mazar-e-Sharif, outra cidade importante em território afegão. Traduzido por “túmulo do magnífico”, esta é a cidade onde está sepultado Ali, um guerreiro corajoso, primo e genro de Maomé. O seu mausoléu encontra-se na imponente mesquita azul Shrine de Ali. De enorme beleza arquitectónica e um imenso pátio de mármore que reflete tudo à volta, a mesquita é dos monumentos mais visitados do Afeganistão. O parque cultural Maulana Jalaludin e o palácio Tashkurgen são outros pontos de interesse no país, que integra dois locais classificados como Património da Unesco: o minarete e vestígios arqueológicos de Jam, que datam do século XII e, além da beleza arquitetónica, situam-se numa deslumbrante paisagem num vale ladeado pelas montanhas da província de Ghor, e a paisagem cultural e vestígios arqueológicos do vale de Bamiyán, com as famosas estátuas de Budas em pé que, em 2001, foram alvo de um ataque dos talibã, que destruíram grande parte deste local único. No Leste do país situam-se muitos dos complexos de cavernas e montanhas que servem de esconderijo a grupos terrorista existentes no país, tornando  impossível ao Afeganistão recuperar-se social e economicamente.

Para quem se quiser aventurar numa viagem ao país, importa salientar que, apesar da hospitalidade das suas gentes, é fundamental fazer-se acompanhar de um guia, que ande sempre armado, seja nos locais mais ou menos tensos do território afegão.

Afeganistão

  • Afeganistão (AFG)
  • Capital: Cabul
  • Região: Asia (Southern Asia)
  • Fuso Horário: +04:30
  • Denominação: Afghan
  • Area: 652,230 km2
  • Fronteira com:
    IRN, PAK, TKM, UZB, TJK, CHN
  • População: 27,657,145
  • Lingua: Pashto, Uzbek, Turkmen
  • Moeda: Afghan afghani
  • Internet: .af
  • Telefone: +93